High School no Canadá. Conheça

High School

Ao falarmos de High School, geralmente lembramos daqueles filmes americanos em que os alunos estudam em modernas escolas e praticam esportes durante a tarde.

Cursar o colegial no exterior costuma ser o desejo de vários estudantes e realizar esse sonho pode ser mais legal do que imaginam. Além de ser um plus no currículum escolar, a relação custo-benefício é excelente.

E o Canadá é um dos países mais procurados por jovens que buscam esse tipo de programa, o que pode facilitar e muito na escolha do seu destino. Entenda mais sobre o programa e inspire-se a viver essa experiência.

O High School permite que o estudante exerça o ano ou o semestre letivo no exterior. Diferente da grade curricular fixa e obrigatória do Brasil, no Canadá o aluno pode escolher algumas matérias a serem cursadas dependendo do ano em que estiver. Essa flexibilidade possibilita que o jovem estude fotografia, culinária ou marcenaria – por exemplo, que são comuns na grade local.

A recomendação do MEC (Ministério da Educação e Cultura) é que o aluno estude pelo menos uma matéria do grupo de matemática (álgebra, geometria ou cálculo), ciências (química, física ou biologia), ciências sociais (história, geográfica e ciência política) e línguas (espanhol, francês ou qualquer outra estrangeira que não seja o inglês que é obrigatório, claro).

O calendário escolar canadense inicia-se em setembro e termina em junho, tendo 10 meses de duração o ano letivo. Como as férias são em janeiro e julho, o intercambista que estudará seis meses deve iniciar as aulas em fevereiro ou setembro.

A acomodação geralmente é em homestay (casa de família) ou na própria escola – o que não é tão vantajoso financeiramente.

High School

Panorâmica da cidade de Vancouver, bastante procurada pelos jovens.

A vantagem de se estudar no Canadá é o custo-benefício do programa. Muitas vezes é mais barato estudar lá do que no Brasil em si, sem contar a referência canadense no quesito educação x segurança. Com certeza um boa opção aos pais!

A experiência do intercâmbio ainda quando novo é enriquecedora não só pela fluência de uma nova língua, mas também pelo amadurecimento e vivência em culturas diferentes. O jovem se torna mais independente e confiante para enfrentar os desafios futuros, principalmente na passagem do ensino médio ao superior, tirando de letra as novas responsabilidades.

Quer saber mais sobre o programa? Na próxima semana falaremos sobre os tipos de High School e como programar um.

No Comments Yet.

Leave a Reply

You must be Logged in to post a comment.